A velha história do peixinho que morreu afogado

downloadO novo livro da escritora gaúcha Marília Pirillo é a versão modernizada da Velha História de Mário Quintana, de 1948. “A história do peixinho que, pescado por um homem solitário, se torna seu companheiro e amigo, até ser devolvido à água.”

No reconto da autora, a história ganha ar de modernidade com o protagonista sendo um executivo e vivendo em uma metrópole. Infeliz e solitário, “o homem conta ao peixinho que o único sonho que lhe restava era o de voltar a ser menino, poder brincar novamente às margens do riacho de águas límpidas e adormecer despreocupado”.  O rio da sua infância agora é um rio poluído, quase morto, que corta a grande cidade onde vive. O homem já não encontra nada do passado, do menino que fora um dia ou da cidade em que vivera. O texto é dotado de ironia, surrealismo e melancolia. É também um reencontro com a simplicidade. Poético, cheio de belas imagens e metáforas que se fundem numa maior ainda: a solidão, a melancolia e as angústias do ser humano.

As ilustrações conversam com o texto durante todas as 45 páginas. Os arranha-céus que estão desde a primeira página e vão preenchendo quase todo o livro e os 3 tons: roxo, branco e dourado dão o toque de modernidade a essa belíssima narrativa.

A velha história do peixinho que morreu afogado.

Marília Pirillo.

Ed. de Janeiro, 2014

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s