A guardados

aguardados_ayssa-bastospor Tanira Piacentini 

Sim, “há que se dar ouvidos às coisas que vêm de dentro”. Uma orelha, literalmente, abre os A guardados e os trans-porta. Porque tudo neste livro voa fora… da asa. Se o poema A voa baixo em algum momento, a ilustração vai às alturas: tipo assim, tipo-grafias, colagens, imagens, vinhetas, floreios e poemas, muitos poemas.

Altos voos, alta poesia. Um livro composto assim: “de ondas/nuvens/folhas”; cada página surpreende, colorida; em preto e branco, vice e verso; poesia concreta, suave, indiscreta, contrasteando o tempo – borboleta e parafuso, terras e águas, moedor de carne e flores, alfinetes e canhão.

Ayssa mantinha seus “A” guardados. “Ah, trouxeste a chave?” pergunta a poesia agora inquieta. E isto é poesia? Se achares que não, foi o teu ouvido que entortou. Pois os poemas e as ilustrações de Ayssa estavam mesmo sendo aguardados por jovens de todas as idades, gostem ou não de poesia.

Ayssa. Paulinas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s