Cores em Cordel

É um livro de poesia, e é um livro sobre teoria das cores. Um belo exemplo de como se pode aprender agradavelmente. Em apenas 30 páginas, quase sem perceber, a gente vai se informando sobre a cor e a ausência de cor, sobre as cores primárias, secundárias e terciárias, sobre como brincar com as cores e produzir desenhos harmônicos. Maria Augusta de Medeiros faz uma poesia de cordel inteligente, como toda criança merece e de um jeito que agrada qualquer adulto esperto. Seu texto vem muito bem casado com as ilustrações de Gilberto Tomé, gravuras em madeira compostas e coloridas no computador. O uso das cores nas pinturas e fundos acrescentam ao mesmo tempo delicadeza e alegria ao livro. Os leitores vão adorar desde a capa até a contra capa. A seguir transcrevo alguns trechos.

Também quente é o Amarelo
Cor primária e, por sinal,
Fica dentro do losango
Da bandeira oficial.
O amarelo é cor do ouro
Que se foi pra Portugal.

O Verde não nasce feito,
Precisa dessa união,
Pois jamais existiria
Sem a colaboração
Do Azul e do Amarelo
Na devida proporção.

A cor tem grande poder,
Recupera o desbotado.
Pode tornar algo escuro
Ou bastante clareado.
Faz ficar novo, de novo,
O que parece estragado.

 

Título: Cores em Cordel
Autora: Maria Augusta de Medeiros
Ilustração: Gilberto Tomé
Editora: Formato, 2012

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s