O caso da borboleta Atíria

Atíria é uma borboleta órfã criada por uma Jitiranabóia. Por causa de um defeito em suas asas, ela não pode voar longas distâncias, então todos os insetos colaboram para ajudá-la. Mas Atíria não fazia idéia dos perigos que corria, quando caiu em uma armadilha e ficou presa em uma gruta cheia de horrores. Todos os insetos vão à sua procura.
A autora Lúcia Machado de Almeida nasceu em Minas Gerais e morreu aos 94 anos no ano de 2005. Era jornalista profissional, e já  escreveu vários livros: “O escaravelho do diabo”, “Spharion”, “Aventuras de Xisto”, “Xisto no espaço”, “Xisto e o pássaro cósmico”, “O caso da borboleta Atíria”, “Estórias do fundo do mar”, “Lendas da terra do ouro”, “Viagens maravilhosas de Marco Pólo”, “Passeio a Sabará”, “Passeio a Diamantina”, “Passeio a Ouro Preto”, “Passeio ao alto Minho”, “A vida é fantástica”, “Roteiro das Cidades Históricas de Minas”.
Eu gostei do livro porque ele tem aventura, romance, mistério e terror tudo junto, cada capitulo é uma nova aventura, e por isso dá vontade de ler. Uma das coisas que eu mais gostei neste livro é que mostra diferentes tipos de borboletas e curiosidades sobre elas, sobre a colmeia, as abelhas e outros insetos. Eu recomendo a leitura deste livro.


Resenha sobre o livro “O caso da borboleta Atíria”, de Lúcia Machado de Almeida, por Beatriz Ruthes dos Santos – Participante da Oficina “Redigindo e-textos” ministrada por Milu Leite, na Barca dos Livros.

Anúncios

Um comentário sobre “O caso da borboleta Atíria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s