Metamorfoses

A antologia de contos organizada por Heloisa Prieto parte de uma proposta interessante e, a meu ver, bem criativa: propor um “jogo literário” a partir da leitura de dois nomes que vêm a nossa mente quando mencionamos a palavra ‘metamorfose’: Ovídio e Kafka. Podemos dizer que desde antes de Cristo até nossos dias, as narrativas de Ovídio vêm entretecendo intertextos sob as mais diversas formas e linguagens – poesia, conto, reconto, teatro, quadrinhos e seriados – incontáveis transformações que já não guardam daqueles mitos senão um indelével fio condutor. Se Ovídio teve por cenário um mundo em que ninfas, centauros e humanos conviviam e interagiam com os deuses, Kafka vivenciou o nosso próprio mundo de agora, com diferença de um século, antecipando a fragmentação e a inconsistência de nossa própria humanidade. Dois tradutores Modesto Carone para Kafka e Marcos Martinho para Ovídio metamorfosearam em português esses textos e tornaram a antologia mais próxima de nós leitores, revelando-nos os pontos de partida, surpreendendo-nos no desenrolar das linhas: todos bem diferentes entre si, os contos, breves, estão à espera de leitores.

Título: Metamorfoses
Autora: Heloisa Prieto (org.)
Ilustrações: Sergio Kon
Editora: Companhia das Letras, 2010

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s