Na Noite Escura

Livro? Livro-objeto? Qualquer que seja a sua definição é uma composição bonita e curiosa, que conta com o cuidado editorial da Cosac Naify. Explora o preto como cor e textura, no qual é possível se divisar o brilho dos olhos do gato na luz apagada ou a luz dos vaga-lumes no interior do exemplar. Uma versão livro da noite, ou de uma caverna, segundo a orientação de uma formiguinha narradora. Também é interessante a presença de folhas de papel vegetal, reforçando o aspecto ambíguo claro/escuro que lhe é tão peculiar e bonito. Desperta a curiosidade, instiga ao manuseio, à descoberta do que há por dentro/trás de tal negrume. Na verdade, parece ser uma brincadeira com o leitor, a quem fica o mistério ou encargo de desvendar o segredo do livro. Se é que há algum…

Título: Na noite escura
Autor: Bruno Munari
Tradução de Nilson Moulin.
Editora:Cosac Naify, 2007

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s